Selecione o local de entrega

A seleção do país/região pode influenciar vários fatores, tais como preço, opções de envio e disponibilidade de produtos.
Contato responsável
Selecionar localização

Depois de introduzir o seu CP, nós designamos a pessoa para o atender imediatamente.

BR(PT)

O que deve ser observado ao instalar as buchas autolubrificantes iglidur?



Ajuste de pressão das buchas

Instalação

As buchas autolubrificantes iglidur são buchas de pressão. O diâmetro interno se ajusta somente após a bucha ter sido prensada no furo de alojamento H7 com a tolerância recomendada. A interferência de ajuste por pressão pode ser de até 2% do diâmetro interno. Isso garante que a bucha seja encaixada com segurança. Os movimentos axiais ou radiais na carcaça autolubrificante também são evitados dessa forma.
 
O furo do alojamento deve ser produzido com a tolerância recomendada (H7) para todas as buchas e ser liso, plano e chanfrado entre 20 e 30 graus. A bucha deve ser prensada com uma prensa plana. O uso de pinos de centralização ou calibragem pode causar danos às buchas e trazer uma maior quantidade de folga.
auxílio à instalação iglidur

Ajuste de pressão para buchas autolubrificantes iglidur

As buchas autolubrificantes iglidur® são buchas pressão, que são dimensionalmente superdimensionados e pressionados em uma carcaça com tolerância H7. Isto nem sempre é feito em uma linha de instalação usando ferramentas adequadas. O conjunto igus  auxilia de forma flexível e confiável a aceitar buchas autolubrificantes para diâmetros de eixo de 13-50mm (PT-1350) e 6-20mm (PT-0620) e até permite a instalação usando um martelo - simples e rápido.

Solicitar ajuste de pressão


Medindo o diâmetro interno de uma bucha prensada Medindo o diâmetro interno de uma bucha prensada
A posição dos planos de medição Figura. 1: posições das linhas de medição (1, 2, 3 = linhas de medição)

Tolerâncias e sistema de medição

As dimensões e tolerâncias de instalação das buchas autolubrificantes iglidur® são uma função da espessura do material e da parede. Para cada material, a absorção de umidade e a expansão térmica são fatores decisivos. As buchas com baixa absorção de umidade podem ser projetadas com uma folga mínima da bucha. A regra geral para a espessura da parede: quanto mais espessa for a parede das buchas, maiores devem ser as folgas.
 
Portanto, existem diferentes classes de tolerância para as buchas autolubrificantes iglidur®. Dentro destas tolerâncias, as buchas autolubrificantes iglidur® podem operar na faixa de temperatura permitida e em condições de umidade de até 70%, de acordo com as recomendações de instalação. Caso haja níveis mais altos de umidade no ar, ou se a bucha for utilizada debaixo d'água, é preferível materiais com baixa absorção de umidade.
 
Com a calculadora de ajuste igus®, você pode rapidamente e facilmente calcular adaptações e tolerâncias de acordo com a ISO 286. Além disso, são mostradas as dimensões máximas e mínimas, assim como o tipo de ajuste associado.
Ir para a calculadora de Ajuste

Verifique se a bucha está posicionada corretamente

As buchas autolubrificantes iglidur são buchas de pressão para alojamentos com um furo padrão H7. Esta prensagem fixa as buchas no lugar na carcaça, e o diâmetro interno final não é alcançado até que a bucha tenha sido prensada. O teste do tamanho da bucha é realizado quando a bucha é instalada no furo com a dimensão mínima especificada; ambos usando um medidor de mostrador e um medidor de plugue.
  • O "Go-Side" do plugue, pressionado no furo, deve passar facilmente através da bucha
  • Com a sonda de 3 pontos, o diâmetro interno da bucha deve estar dentro da tolerância prescrita no plano de medição (diagrama 1)

Causas dos desvios dimensionais

Apesar da cuidadosa fabricação e montagem das buchas autolubrificantes, podem surgir diferenças e dúvidas quanto às dimensões e tolerâncias recomendadas para a instalação. Por esta razão, compilamos uma lista das razões mais frequentes para as diferenças. Em muitos casos, com esse problema, os motivos para as diferenças podem ser encontrados rapidamente:
  • O furo não é chanfrado corretamente, então o material da bucha é removido após o encaixe da prensa
  • Foi usado um pino centralizador que expandiu o diâmetro interno da bucha durante o ajuste da prensa
  • O furo não atende as especificações recomendadas para o furo da carcaça (geralmente H7)
  • A carcaça é feita de um material macio que foi expandido pela instalação da bucha 
  • O eixo não está dentro das tolerâncias recomendadas
  • A medição não é realizada dentro das linhas de medição

Adesão

Normalmente não é necessário usar um adesivo para ajustar a bucha. Se oa bucha é suscetível de perder seu ajuste firme devido às altas temperaturas, deve ser usado uma bucha mais resistente à temperatura. Se, no entanto, houver planos para fixar as buchas com adesivo, será necessário realizar testes adequados em cada caso. Não é possível simplesmente transferir os resultados de sucesso vistos em outras aplicações.

 

Usinagem

As buchas autolubrificantes iglidur são entregues prontas para instalação. A extensa linha de produtos torna possível o uso de uma dimensão padrão na maioria dos casos. Se, por algum motivo, for necessária uma usinagem subseqüente da bucha, a tabela abaixo mostra os valores padrão de usinagem. A usinagem subseqüente das superfícies deslizantes deve ser evitada se possível. O resultado é, na maioria das vezes, uma maior taxa de desgaste. Uma exceção é, por exemplo, o iglidur M250 que é muito adequado para usinagem subsequente. Em outras buchas autolubrificantes iglidur, as desvantagens de uma usinagem de superfície deslizante podem ser neutralizadas por lubrificação durante a instalação.

 

Diretrizes para usinagem

ProcedimentoGiroPerfuraçãoFresagem
Material da ferramentaSSSSSS
Alimentação [mm]0,1 ... 0,50,1 ... 0,5a 0,5
Ângulo de folga5 ... 1510 ... 12 
Ângulo de aperto0 ... 103 ... 5 
Corte -
velocidade [m/min]
200 ... 50050 ... 100a 1000